Vedor da Fazenda (?-1435?). Foi figura destacada no fim da Dinastia de Borgonha e, especialmente, no início da de Avis. Esteve ao lado do mestre de Avis, durante a crise de 1383-1385 e foi contador de D. Nuno Álvares Pereira. Foi igualmente um dos impulsionadores da expedição a Ceuta. Aconselhou e incentivou os infantes D. Duarte, D. Pedro e D. Henrique a apresentarem ao rei D. João I um projecto de expedição ao Norte de África. Homem experiente nos negócios públicos, queria possibilitar a abertura de novos mercados que dessem um novo rumo à economia nacional. Várias foram as confusões geradas à volta de João Afonso, que era um nome vulgar na época. Mas, entretanto, surgiu o consenso de que João Afonso e João Afonso de Alenquer são a mesma pessoa, até porque num mesmo documento é usado indiscriminadamente um ou outro nome. Deixou filhos legítimos e ilegítimos e julga-se que foi avô do navegador João Gonçalves Zarco.

 

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios