Navegador (século XV), de nome Pêro Vaz da Cunha. Possuía um mapa que assinalava uma terra que correspondia à encontrada por Pedro Álvares Cabral. Na carta que enviou a D. Manuel I, mestre João informou o monarca que para conhecer a localização da nova terra podia consultar o mapa-múndi do Bisagudo, onde a mesma estava representada, sem, contudo, indicar se a terra era ou não habitada. O que faz supor um conhecimento do território brasileiro antes de 1500. Porém, a interpretação desta representação cartográfica tem suscitado polémica.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)