Aos 28 do mes em segunda feira tomey o sol e fiquey em 11 graos escasos. O vento foi nornordeste e de noite ventou bem e pla menham foy algua cousa mais bonança. Vim governando ao sul e quarta de sueste e por ahy lhe dey o caminho, mas achey que a nao que andou muito mais do que podia andar com este vento que trouxe, por não ser vento pera tanto caminho, mas como estes dias anda o sol sobre nossa cabeça, não lhe dou muito credito, ou sam agoas que vão connosco porque ha muitos rilheiros d’agoa muito a meude e por aquy favorecem muito o caminho da não. Oje vou governando a susueste, estou do Cabo Rouxo 55 legoas. O tempo esta de çeos, o mar vem de nordeste, e o vento hora he fresco ora bonança. Aparecerão oje alcatrases brancos e pretos, e graginas. Vamos as naos. De nos Nosso Senhor boa viagem e a Virgem do Rosairo Madre de Deos.

(via “Uma Viagem Redonda da Carreira da Índia (1597-1598)”, de Joaquim Rebelo Vaz Monteiro, Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, 1985)