Hoje, pelas 16 horas, na Igreja de Santa Maria de Almoster, em Santarém, o “Projecto Olhar a História” evoca, em “Conversa Monumental”, “A notícia da Carta de Pêro Vaz de Caminha”, com dinamização do Centro Dramático Bernardo Santareno.

“E neste dia, a horas de véspera, houvemos vista de terra […] ao qual monte alto o capitão pôs nome o Monte Pascoal e à terra a Terra de Vera Cruz”. Foi este acontecimento singular, ocorrido a 22 de Abril de 1500, que esteve na origem da Carta de Pêro Vaz de Caminha, escrivão da armada de Pedro Álvares Cabral, que durante a sua viagem de ida para a Índia, descobria oficialmente o litoral do que viria a ser o Brasil. Esta Carta, que pretendia dar a notícia deste achamento ao Rei D. Manuel I, viria a revelar-se um dos documentos mais notáveis da nossa literatura de viagens.

A entrada é livre, devendo o acesso ao espectáculo ser feito mediante o levantamento de bilhetes no Teatro Sá da Bandeira, em santarém, até às 13 horas.

Advertisements