Navegador (século XV). Sobrinho de João Gonçalves Zarco, capitão-donatário do Funchal, em 1445, quando navegava a sul de Cabo Verde, descobriu o cano dos Mastros, posteriormente identificado com o actual Red Cape. Numa segunda viagem, que levou a efeito no ano seguinte, navegando mais para sul, desembarcou na parte setentrional do território onde hoje se situa a Guiné-Bissau.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)