Aos 28 do mes tomey o sol e ficey em 34 graos menos 1/6. O vento foi noroeste e ventou bem pella menhã depois da lua se por abonançou, mas a proa se pos a leste e quarta de nordeste, e com levare por aquy a proa a nao montrepicou e fez o caminho da quarta do sueste e por ahy lhe dey o caminho 30 legoas. O vento esta tarde se tornou ao nornoroeste e por andar por aquy vou governando a quarta de nordeste porque as ribadas e o abatimento me vay metendo en altura. Oje veo huma vaga do mar larga do susudueste, o tempo esta oje bonançoso. Apareserão oje muitos borrelhos e não ha outra avaria, dois fejos, alguma corva grande de feixuda de bico branco. Lembre çe Nosso Senhor de nos e a Virgem do Rozairo Madre de Deos.

(via “Uma Viagem Redonda da Carreira da Índia (1597-1598)”, de Joaquim Rebelo Vaz Monteiro, Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, 1985)