Aos 29 do mes em domingo, dia do apóstolo São Pedro, tomey o sol e ficey em 34 graos esforçados. O vento foi noroeste ventante e claro e toda a noite esteve com a lua que foi oje chea. Vim governando a leste e a quarta de nordeste e ynda a nao qreseo em altura, dey a nao o caminho 39 legoas, a metade pello rumo e a metade pella quarta do sueste porque por aqui fez o caminho, oje mando governar a leste e não ginar nada ao nordeste por me meter en altura. O vento esta oje mais oeste e claro e venta bem, do sudueste ven huma vagua do mar larga. Apareserão oje muitas corvas, e algumas pequenas de biquo e algumas grandes e feijudas com o bico como amarelo, e muitos borrelhos e muitas sarilhas e alguns fejos. A doença não nos quer aparcar, mas antes cada dia ade cahirem e de recahyduras não ha convalescer. Lembre çe Nosso Senhor de nos e a Virgem do Rozairo Madre de Deos.

(via “Uma Viagem Redonda da Carreira da Índia (1597-1598)”, de Joaquim Rebelo Vaz Monteiro, Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, 1985)