O Tratado de Tordesilhas estará – a partir de hoje – patente em exposição ao público, na Torre do Tombo, em Lisboa, integrado num conjunto de 5 documentos do vasto acervo de mais de 80 000 que constituem o “Corpo Cronológico“.

Esta exposição assinala a assinatura de protocolo de cooperação entre a Direcção-Geral de Arquivos (DGA) e a Rede Eléctrica Nacional (REN) – enquadrado na política de mecenato desta entidade -, visando possibilitar o tratamento e digitalização de documentação relativa à Inquisição de Lisboa, disponibilizada para consulta no site da DGA (a qual integra – na sequência do quadro de orientações recentemente definidas pelo PRACE – Programa de Reestruturação da Administração -, o Instituto dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo e o Centro Português de Fotografia, organismos entretanto extintos por fusão na DGA).