Navegador (século XV). Guarda-roupa do infante D. Henrique, este incumbiu-o, em 1441, de ir ao Noroeste africano, carregar óleo e outros produtos. Durante a expedição, já depois de ter carregado o seu barco, voltou a desembarcar, entrando em combate com tribos nativas fixadas na costa, tornando-se o primeiro navegador a trazer cativos para o reino. Em 1444, voltou a embarcar, chegando desta vez ao rio do Ouro. Ali regressaria no ano seguinte, numa armada de três velas, com o objectivo de obter informações sobre a Índia e o Preste João e estabelecer contactos com os mouros. Em 1448, D. Henrique nomeou-o governador da ilha de Lanzarote.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)