Mercador (séculos XVII e XVIII). Funcionário ultramarino, em 1702 foi nomeado primeiro governador de Timor, cargo que manteve durante apenas três anos, fruto de conflitos com o vice-rei da Índia, Caetano de Melo e Castro. Apesar do pouco tempo de governação, desenvolveu uma obra notável. Organizou a administração civil e militar, ergueu um hospital e empenhou-se activamente na defesa da ilha.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios