Cavaleiro (século XVI?). Serviu no Exército em Tânger, onde demonstrou as suas qualidades como cavaleiro. Viria a entrar vitorioso em Pacém, na ilha de Samatra, passando a comandar a fortaleza, em Maio de 1522. Porém, acabou por não gerir estas novas funções da melhor maneira, pois importou-se mais com a sua necessidade de enriquecer do que com as lutas que se travavam na ilha de Samatra. Em consequência ficou cercado e, depois de reunir com “os homens de qualidade”, decidiu abandonar a ilha, deitando fogo à fortaleza.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)