Rota

(Imagem via Wikipédia)

A 29 de Agosto de 1498 Vasco da Gama iniciava a viagem de regresso a Lisboa, partindo de Calecute, na sequência da expedição pioneira à Índia.

Depois de 17 dias de navegação, chegaria aos Ilhéus de Santa Maria a 15 de Setembro, aportando na ilha de Angediva (na costa do Malabar, ainda na Índia) cinco dias depois, onde faria escala durante 15 dias, para reparar os navios, aguardando a chegada de ventos favoráveis.

Partindo de Angediva a 5 de Outubro de 1498, chegaria a Melinde (cidade no Quénia, na costa do Índico, a norte de Mombaça) a 7 de Janeiro de 1499, após 94 dias de viagem, aí fazendo nova escala de 4 dias.

Regressando ao mar a 11 de Janeiro, viajaria apenas durante dois dias, até aos baixios de São Rafael (designação atribuída em homenagem ao local em que a nau S. Rafael, incapaz de navegar após ter naufragado, viria a ser queimada), aí fazendo nova pausa de 14 dias.

A viagem seria retomada a 27 de Janeiro, para mais cinco dias de navegação, até São Jorge, onde a frota aportaria durante 1 dia.

A escala seguinte ocorreria de 3 a 12 de Março, em São Brás, sendo o Cabo da Boa Esperança atingido a 20 de Março.

Após mais 35 dias de navegação, seria atingido o Rio Grande (Geba) a 25 de Abril de 1499, para, na sequência de uma última etapa, a caravela Bérrio, comandada por Nicolau Coelho, avistar finalmente a Lisboa, a 10 de Julho de 1499.

Vasco da Gama, entretanto retido nos Açores, dando assistência ao seu irmão Paulo da Gama (que aí viria a falecer, vítima de doença), aportaria a Lisboa a 29 de Agosto de 1499, exactamente um ano após ter partido, completam-se hoje precisamente 508 anos.

Advertisements