Infante de Portugal (Santarém, 13 de Janeiro de 1400 – Alcácer do Sal, 1442), filho de D. João I e de D. Filipa de Lencastre, foi administrador da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada. E em 1419 participou na expedição de socorro enviada a Ceuta. Casou-se, em 1424, com a sobrinha D. Isabel, filha de D. Afonso, conde de Barcelos. Foi avô de D. Manuel I e de Isabel, a Católica. Durante a questão levantada aquando do aprisionamento do seu irmão D. Fernando, esteve ao lado do outro irmão D. Pedro, que defendia a entrega de Ceuta em troca da libertação de D. Fernando.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)