Fidalgo (século XV). Era o segundo filho varão dos segundos duques de Bragança. Participou na conquista de Arzila (1471) e foi governador de Tânger. Recebeu o título de marquês de Montemor-o-Novo em 1471. Implicado na conspiração contra D. João II, a que este pôs cobro apunhalando o próprio cunhado e primo, conseguiu refugiar-se em Espanha.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)