A vinte e sete dias do mês de Outubro, vésperas de S. Simão e [de São] Judas, que era sexta-feira, achámos baleias, e umas que se chamam cocas, e lobos-marinhos.

(via “História e Antologia da Literatura Portuguesa – Século XVI – Literatura de Viagens – II” – Fundação Calouste Gulbenkian, Boletim nº 23, Dezembro de 2002 – a partir de “Relação da Primeira Viagem de Vasco da Gama (1497-1499)”, introd. e notas de Luís de Albuquerque, Lisboa, CNCDP/ME, 1989)