Piloto (? – 1525). Durante largos anos foi piloto de carreira da Índia. Acompanhou Tristão da Cunha em 1506 e tomou parte na viagem a Azamor. Em 1514 participou na jornada de descobrimento da costa brasileira. Em 1521, recebeu a carta de “patrão de navegação das partes da Índia e mar oceano” e, quatro anos depois, a de piloto-mor. Aparece associado a uma compilação de regras de astronomia e náutica e de roteiros intitulada Livro de Marinharia de João de Lisboa, de 1507 ou 1508, editada em 1903, mas que só contém um texto da sua autoria.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)