Militar (séculos XVII e XVIII). Foi oficial da Armada e combatente no ultramar português. Como capitão-de-mar-e-guerra foi encarregue, em 1722, de desalojar os ingleses que haviam construído uma feitoria e uma fortaleza em Cabinda (Angola), tentando alargar os seus domínios a norte do rio Zaire. Saiu de Lisboa em 1723, rumo a Cabinda, tendo regressado, nesse mesmo ano, após ter destruído as naus que defendiam a fortaleza. Na viagem de regresso aniquilou ainda uma fragata holandesa que havia atacado as embarcações portuguesas no golfo da Guiné.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)