Primeiro mestre da Ordem de Cristo (?-1321), fundada por D. Dinis, em 1319. Com provas dadas, já que era mestre da Ordem de Avis, foi recomendado ao papa João XXII pelo rei D. Dinis. A Gil Martins coube a tarefa da criação das primeiras constituições da ordem, em 1321. A nova ordem, de cariz nacional, incorporou todos os bens que haviam pertencido aos Templários (extinguidos pelo papa Clemente V), incluindo as rendas em atraso, bem como muitos dos seus membros. Esta instituição eclesiástica veio a desempenhar um papel preponderante no empreendimento dos Descobrimentos.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)