E ao domingo fomos ao nordeste e, quando veio a hora de véspera, vimos estar três ilhas em o mar, e eram pequenas; e as duas são de grandes arvoredos e a outra é calva e pequena mais que as outras; e de uma a outra haverá quatro léguas; e porque era noite, virámos na volta do mar, e de noite passámos por ela.

(via “História e Antologia da Literatura Portuguesa – Século XVI – Literatura de Viagens – II” – Fundação Calouste Gulbenkian, Boletim nº 23, Dezembro de 2002 – a partir de “Relação da Primeira Viagem de Vasco da Gama (1497-1499)”, introd. e notas de Luís de Albuquerque, Lisboa, CNCDP/ME, 1989)