Fundador de Luanda (? – Massangano, Angola, 9 de Maio de 1589), era neto de Bartolomeu Dias. Foi escrivão da Fazenda Real e chegou ao rio Cuanza, em Angola, em 1560, com os primeiros missionários jesuítas para ali enviados. Com a viagem, os portugueses pretendiam procurar metais preciosos, mas não tiveram sorte, pois uns foram presos e outros mortos. Paulo Dias de Novais foi libertado em 1566. Regressou a Portugal e pediu a doação de uma capitania nas margens do rio Cuanza, o que lhe foi concedido, por doação de 19 de Setembro de 1571. Partiu novamente para Angola. Em 1575, desembarcou na ilha de Luanda e, um ano depois, fundou São Paulo de Luanda. Prosseguiu a exploração do território e fixou-se em Macunde e, depois, em Massangano.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios