Pavilhão de Portugal

Da autoria de Álvaro Siza Vieira, situado na zona central do recinto, no topo sul da Doca dos Olivais, assegura a representação do país organizador, introduzindo o tema da exposição: “Os Oceanos, um Património para o Futuro”, ao mesmo tempo que destacava o contributo de Portugal para a descoberta e conquista dos Oceanos, por via do recurso a novas tecnologias multimédia e iconografia de época. 

No seu interior, uma vasta exposição, exibindo o contributo português para a conquista dos Oceanos; no exterior, a ampla Praça Cerimonial, prolongando o edifício, local das cerimónias nacionais de cada um dos países participantes, com a inédita pala, uma superfície curva em betão, de 50 metros x 60 metros, suspensa, apenas apoiada nos topos, cobrindo toda a grande Praça.

Pavilhão de Portugal
(imagem via http://pt.wikipedia.org/wiki/Pavilh%C3%A3o_de_Portugal)

Propunha aos visitantes uma viagem em três etapas. O primeiro núcleo da exposição (“Mitos, Sonhos e Realidades”), recorrendo à iconografia dos Descobrimentos, mostra como os portugueses, partindo de uma herança cultural mediterrânica, foram pioneiros, construindo novos trilhos através dos Oceanos, com um filme de animação “A Viagem”, concebido a partir das personagens dos famosos biombos japoneses Namban (nome atribuído pelos japoneses aos navegadores portugueses), dos séculos XVI / XVII.

Num segundo núcleo (“Os Construtores dos Oceanos”) mostrava peças recolhidas numa campanha arqueológica no estuário do Tejo, tendo por tema de referência o espólio de uma nau da “Carreira da Índia”, a “Nossa Senhora dos Mártires” (que se afundara, em Setembro de 1606, próximo da fortaleza de São Julião da Barra, no estuário do Tejo).

Finalmente, o terceiro núcleo (“Os Inventores do Futuro”), com a projecção de um filme a propósito das grandes opções a adoptar para preservar este património.

Tinha capacidade máxima para cerca de 18 000 visitantes diários.

Referências bibliográficas
– “Guia Oficial da EXPO’98”
http://www.parquedasnacoes.pt/pt/expo98/default.asp
http://pt.wikipedia.org/wiki/Expo_98
http://www.civilium.net/infocil/expo98.shtml
http://www.bie-paris.org/

Advertisements