Militar (?-1591), sucedeu a Paulo Dias de Novais como capitão-mor de Angola. Tal como o seu antecessor, empenhou-se no projecto da conquista de Cambambe, onde supunha existirem grandes riquezas em prata. Após a sua morte, a chefia da capitania passou a efectuar-se por nomeação do rei.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios