Fidalgo e militar (1554-1578). Filho do diplomata Lourenço Pires de Távora, serviu no Norte de África (1573-1575) e fez parte da embaixada enviada por D. Sebastião a Filipe II de Espanha. Nomeado lugar-tenente do monarca português, lutou na Batalha de Alcácer Quibir (1578), onde foi ferido e feito prisioneiro, acabando por morrer na sequência dos ferimentos.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios