Foi primeiro conde o célebre navegador Vasco da Gama, que descobriu o caminho marítimo para a Índia. Como recompensa por este feito, o rei D. Manuel I deu-lhe o almirantado do Mar da Índia e o título de conde da Vidigueira, por carta de 29 de Dezembro de 1499, além do prefixo nobiliário de Dom. Sucedeu-lhe seu filho, D. Francisco da Gama, que viveu no século XVI. Foi terceiro conde seu filho D. Vasco Luís da Gama, que morreu na Batalha de Alcácer-Quibir. Seu filho, D. Francisco da Gama (1565-1632), foi o quarto conde e acompanhou o pai na derrota africana, mas foi resgatado. Em 1596 foi nomeado vice-rei da Índia, então um território onde reinava a anarquia e a ameaça dos ingleses e dos mongóis. O conde usou a repressão para acabar com os abusos, o que lhe trouxe grandes inimigos, que no entanto conseguiu dominar. Foi substituído poi Aires de Salanha, em 1600, mas 22 anos volvidos voltou a assumir o cargo. Neste seu segundo governo foram obtidas grandes vitórias sobre os inimigos de então, os holandeses. Novas intrigas obrigaram-no a abandonar o cargo, acabando por regressar ao reino. Seu filho do primeiro casamento D. Vasco Luís da Gama foi o quinto conde, e também o primeiro marquês de Nisa.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios