Médico e investigador (Alcáçovas, 1568- Lisboa, 1630). Oriundo de família nobre, estudou Medicina na Universidade de Coimbra. Enviado para Angola com Afonso Furtado de Mendonça, manteve-se durante nove anos em Luanda. A permanência nesta região permitiu que intensificasse os estudos de doenças locais. Foi, por isso, o primeiro europeu a estudar as febres africanas e pioneiro nas investigações sobre o mal-de-luanda. Em 1603, partiu para o Brasil, onde serviu como cirurgião militar durante o ataque holandês. Regressou a Portugal em 1606. Bem sucedido, não passou despercebido a Filipe iI (Filipe III de Espanha), que, em 1616, o fez médico da câmara real. O título Tratado de las Siete Enfermedades (1632) constituiu a sua grande obra.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios