Governador do Brasil (Lima, Peru, 1616 – Lisboa, 1688), de nome completo Francisco Barreto de Menezes. Fixado no Brasil de 1637 a 1640, participou na marcha do Rio Grande do Norte da Baía e, posteriormente, chefiou tropas de cavalaria nas guerras do Alentejo. Em 1647, já mestre-de-campo-general, comandou a esquadra que saiu de Lisboa a 26 de Março, rumo ao Brasil, com a missão de dar apoio à revolta dos pernambucanos, contra a ocupação holandesa. Embora as suas tropas estivessem em inferioridade numérica, no monte de Guararapes (Pernambuco) alcançou retumbantes vitórias, a 19 de Abril de 1648 e a 18 de Fevereiro de 1649, decisivas para a expulsão dos holandeses do Brasil. Após ter sido capitão-general de Pernambuco, assumiu o cargo de governador-geral do Brasil, entre 1657 e 1663. Quando regressou a Portugal, tornou-se conselheiro de Guerra e presidente da Junta de Comércio.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios