Foi primeiro conde D. Vasco Manuel de Figueiredo Cabral da Câmara (1767-1830), fidalgo da Casa Real, par do Reino e gentil-homem da Câmara de D. João VI, entre outros cargos importantes. Foi distinguido com as grã-cruzes das ordens de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa e de Torre-e-Espada, recebendo o título por decreto de 13 de Maio de 1805 e portaria de 18 do mesmo mês e ano, ambos assinados pelo príncipe-regente D. João. O único filho dos primeiros condes, D. José Maria de Figueiredo Cabral da Câmara (1800-1834), recebeu o título ainda em vida de seu pai por decreto, do príncipe-regente, de 4 de Julho de 1806. Militar de carreira, partiu para o Brasil integrando a Divisão de Voluntários Reais de Príncipe. No regresso a Portugal foi nomeado, em 1828, ajudante-de-campo do infante D. Miguel, então comandante-chefe do Exército. Em 2000, o título de conde de Belmonte pertencia a D. Vasco António Figueiredo Cabral da Câmara.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios