Político (1771-1828). Foi o oitavo conde dos Arcos, o décimo-quinto e último vice-rei do Brasil (1806-1808) e governador-geral da Baía de 1809 a 1817. De facção liberal, tornou-se um dos homens de confiança do príncipe D. Pedro, vindo a ser uma figura de destaque durante o Governo de D. João VI. Foi o último presidente do ministério (1821-1822) antes da independência do Brasil.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios