Missionário e escritor (Viana do Alentejo, 1540 – Baía, 27 de Janeiro de 1625). Membro da Companhia de Jesus, a partir de 1566, chegou ao Brasil em 1583, como secretário do visitador Cristóvão de Gouveia. Depois de exercer o cargo de reitor dos colégios do Rio e da Baía, foi nomeado procurador em Roma em entre 1604 e 1609, foi superior provincial. Esteve entretanto preso durante dois anos, depois de em 1601 ser sequestrado por piratas ingleses. Por esse facto, algumas das suas obras, apanhadas aquando da sua prisão, foram publicadas em inglês (1625). O seu Tratado da Terra e da Gente do Brasil (veio a lume só em 1925) faz deste padre um dos clássicos da antropologia cultural brasileira.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios