Governador ultramarino (Lisboa, 1655 – Luanda, 1725). Serviu por duas vezes no Brasil (1667-1671 e 1678-1701), onde ficou conhecido como o Herói do Amazonas, sendo nomeado governador do Maranhão-Grão-Pará. Mais tarde, combateu na Guerra de Sucessão de Espanha e foi governador de Olivença (1708). Nomeado governador do Rio de Janeiro (1708) e, em seguida, da recém-criada capitania de São Paulo e Minas Gerais, foi o fundador de Vila Rica de Ouro Preto e de outras povoações nas zonas da exploração aurífera. No continente desde 1713, assumiu ainda o governo de Angola (1721), exercendo o cargo até à data da sua morte.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios