Mercador e banqueiro florentino (séculos XV e XVI). Estabelecendo-se em Lisboa, em 1515, tornou-se uma figura destacada na política ultramarina de D. João III, quer no domínio do comércio de especiarias do Oriente quer nos negócios de açúcar na Madeira e no Brasil. Os seus contactos comerciais e de amizade com importantes personalidades da época permitiram-lhe obter brasão de armas e ser nomeado fidalgo da Casa Real. Foi sesmeiro da Capitania de São Jorge do Ilhéu e mais tarde seu terceiro donatário.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios