Navegador e colonizador (?-1556), em 1530 aportou ao Brasil. Explorou o rio da Prata, onde implantou um padrão. Instituídas as capitanias hereditárias, recebeu em 1536 a de São Tomé (estado do Rio de Janeiro), e nela fundou a vila da Rainha. Sob as suas ordens, o mato foi desbravado, iniciando-se o cultivo de cana-de-açúcar. Mais tarde, seria hostilizado pelos índios e obrigado a refugiar-se como os colonos nas capitanias vizinhas, apenas regressando depois de ser reposta a soberania portuguesa na região. Em 1556 partiu para a Índia, onde morreu em combate.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios