Explorador no Brasil (séculos XVI e XVII). Figura mítica da história brasileira, era neto de Diogo Álvares Correia, colono português conhecido por Caramuru. Depois de ter penetrado nas terras da Baía e de Sergipe em busca de prata, procurou durante anos quem financiasse uma expedição aos locais secretos, onde afirmava existirem grandes riquezas. Em 1617 D. Luís de Sousa confiou-lhe os homens e meios necessários para a empresa, mas a expedição nõ obteve resultados e Melchior Dias Moreia acabou por ser preso, em 1619. É provável que tenha morrido pouco depois, por volta de 1622. Embora a sua figura tenha estado no esquecimento, a fama das minas e o mito do tesouro escondido perduraram no tempo e inspiraram José de Alencar nas suas narrativas históricas.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios