Foi primeiro conde D. Miguel Rafael António de Noronha Abranches Castelo Branco (1784 – 1849), militar de carreira que se iniciou no Batalhão Académico em 1808 com o fim de lutar contra os franceses. Foi depois para o Brasil, onde prosseguiu a carreira, tendo atingido o posto de coronel do Estado-Maior do Exército do Brasil. Acompanhou D. João VI no seu regresso ao reino, sendo nomeado para o cargo de conselheiro da Fazenda. Foi ainda deputado da Junta dos Três Estados e da Junta de Administração do Tabaco. Era par do Reino quando emigrou para Inglaterra devido à aclamação de D. Miguel. Seguiu depois para a Ilha Terceira, de onde partiu com as forças de D. Pedro que desembarcaram no Mindelo. Foi grã-cruz da Ordem da Torre-e- Espada, comendador da Ordem de Avis e da de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa. Recebeu o título por decreto de D. João, ainda príncipe-regente, datado de 4 de Dezembro de 1813.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios