Capitão-general do Brasil (Lisboa, 6 de Abril de 1644 – Lisboa, 1728), foi segundo marquês das Minas. Iniciou a carreira militar aos 13 anos, vindo a distinguir-se durante as campanhas da Restauração. General-de-batalha em 1665, foi governador das Armas de Entre Douro e Minho, governador-geral do Brasil (1684-1687) e presidiu a Junta do Tabaco (1698-1704). Com o eclodir da Guerra da Sucessão de Espanha, foi nomeado governador das Armas da Beira, cargo em que obteve vários sucessos, nomeadamente a conquista da cidade de Castelo Branco, que havia sido ocupada pelos espanhóis. Nomeado generalíssimo dos exércitos aliados, apoderou-se de Madrid em 1706, mas veio a ser derrotado em Almanza (1707).

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios