Naturalista e escritor (? – Brasil, 1592). Não se sabe ao certo a data de nascimento e a sua naturalidade, sendo provável que tenha vindo ao mundo em Lisboa ou no Ribatejo, entre 1540 e 1550. Com 20 ou 30 anos, embarcou com a expedição capitaneada por Francisco Barreto, que levava como destino Moçambique, mas foi parar ao Brasil. Chegado a Salvador, em 1569, ali se estabeleceu e criou fortuna, regressando ao reino em 1584, para requerer a concessão de jazidas de ouro e pedras preciosas no rio de São Francisco. Voltou ao Brasil em 1591, já com licença para a exploração de minas e os cargos de governador e capitão-mor dos territórios por ele descobertos. É de sua autoria o Tratado Descritivo do Brasil (1587), um extenso e valioso relato da geografia, da fauna e da flora da região, bem como dos costumes dos nativos.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios