Militar e explorador alemão (século XVIII). Serviu no Brasil, nas operações de demarcação da fronteira do Norte, onde colaborou com Mendonça de Furtado. Foi o responsável pelo traçado da vila de Barcelos, capital de São José de Rio Negro, e pela fundação de pequenas povoações no território. Conseguiu vencer os espanhóis na zona do rio Branco, ali edificando o forte de São Joaquim. Além da execução de diversos mapas e plantas, teve uma forte actividade política e de negociação junto dos índios, sendo considerado um dos mais eficazes estrangeiros contratados para actuar na região amazónica.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios