Explorador (Cantanhede, ? – 1641). No Brasil desde 1607, lutou contra os invasores franceses e holandeses, distinguindo-se pela intervenção dinâmica na política de implantação da soberania portuguesa. Em 1637 partiu no comando de uma expedição composta por mais de dois milhares de homens, que partiu da foz do rio Amazonas, conseguindo atingir Quito por terra. Durante a viagem, que se revelou de fulcral importância para a penetração portuguesa na região, fundou uma pequena povoação, a Franciscana (actual Tabatinga), que passou a ser a divisão entre os territórios português e espanhol na região amazónica. Terminada a empreitada em 1639, foi recebido com aplausos da população, sendo recompensado pelo feito com a nomeação para capitão-mor de Grão Pará.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios