Mercador (séculos XV e XVI). Em 1494, sendo cavaleiro da casa real, já se dedicava a negócios com a Coroa. Navios seus integraram armadas de 1501 a 1505, tanto para o Brasil como para a Índia. Quando demandava a costa brasileira em busca de pau-brasil, em 24 de Junho de 1503, descobriu a ilha que chamou de São João – a actual Fernando de Noronha –, da qual D. Manuel o fez donatário em 1504. Foi elevado a fidalgo de cota de armas.

(via “História de Portugal – Dicionário de Personalidades” (coordenação de José Hermano Saraiva), edição QuidNovi, 2004)

Anúncios